Depois de mais uma refeição-de-avião, desembarquei em Hefei e uma das meninas da empresa estava me esperando com um buque de flores! Aii que bonitinho!
Outra pessoa que trabalha na empresa também foi me buscar no aeroporto, com o carro do amigo do chefe. Os outros chineses que trabalham na mesma empresa que eu, estavam na casa que eu estou morando fazendo o almoço!

A cidade estava cinza quando cheguei, fria. As avenidas são bem largas e as construções são bem variadas, tem prédios novos e velhos.

Vou morar em um apartamento com uma das meninas que trabalha na empresa, a Sophie (quem foi me buscar no aeroporto foi a Joy –> olha ai os nomes em inglês de novo!)
O apartamento é normal, 2 quartos, 1 sala, 1 cozinha e 1 banheiro.
Detalhe: a Sophie mudou de quarto pra deixar eu ficar com o quarto com TV, som, DVD e cama de casal! Nossa fiquei impressionada com isso, porque se fosse eu, não mudaria de quarto pra agradar uma chinesa! (Nossa como sou má e individualista!)

Meu quarto!

Desarrumei a mala, conheci todo mundo e pedi um pouco de água. Me entregaram um copo com água quente (saindo fumaça mesmo), e eu fiquei sem saber o que fazer porque eu poderia ofendê-los se eu dissesse “Meu Deus!! Que isso? Água quente??” Depois de três segundos pensando o que eu falaria, perguntei se tinha água gelada, e pela cara de estranheza eu percebi que não e então disse: “Ahh tudo bem! Pode ser assim mesmo!!” (fingindo que tava tudo normal).

Depois eu descobri que eles geralmente bebem água quente por causa do frio e no verão eles bebem água fria! Ufa! Mas além disso, descobri que minha casa não tem filtro, ou seja, a água deve ser fervida para ser consumida. Agora tudo ficou esclarecido! Mas tenho uma observação a fazer: água fervida tem gosto de água fervida mesmo se ela esfriar. Experimentem ai também pra confirmarem a informação!

Antes do almoço me fizeram a seguinte pergunta: “Você usa garfo?”
Nunca pensei que responderia a uma pergunta dessas. E antes de responder “‘É loooogico que sim!!”, pensei e disse: “Sim, uso garfos, mas posso usar os pauzinhos (chopsticks) também!”
Eles me deram os chopsticks, um garfo e uma colher (não, não tinha faca de mesa!!)… comecei com os pauzinhos mas terminei com o garfo mesmo! Além de demorar muito mais com pauzinhos, eles exigem muita concentração!

Os homens que cozinharam (gostei disso!!) e no cardápio do almoço tivemos peixe, amendoim, carne de porco, frango, vegetais, arroz e outras coisas que eu não sei o que era (mas eu comi mesmo assim). Tem aquele ditado que diz: “Quem vê cara não vê coração” e no caso da comida chinesa é isso que acontece, elas são um pouco feias e esquisitas, mas são gostosas (algumas são boas, outras são ruinzinhas mesmo).

Primeiro almoço!

O arroz fica numa tijela individual, o resto fica nas tijelas no centro da mesa e cada um vai pegando o que quer de dentro das vasilhas. É como estar num bar e petiscar, sem pratos, só com pauzinhos. A diferença é a tigela de arroz.
Comi de tudo um pouco. Comi pouco comparado com eles. Mas eu não tava com muita fome e estava bem cansada.
Ahh teve abacaxi e morango de sobremesa. Excelente!

Outro ângulo do primeiro almoço!

Além das diferenças na hora de servir a comida, nos talheres, no tempero e na variedade de coisas, não tem problema nenhum em fazer muito barulho na mesa, como por exemplo: comer de boca aberta e sugar o caldinho fazendo barulho!!

Se um chinês estivesse no Brasil seria fácil chamá-lo de mal educado ou porco (porque eles também arrotam frequentemente… claro que não é aquele arroto monstruoso, mas dá pra escutar! E também cospem no chão frequentemente), mas estando aqui, no meio de tanta gente que faz isso e acha normal, dá pra perceber que é uma simples questão de diferença cultural. Por que aprendemos a não fazer barulho na mesa? Por que aprendemos a não arrotar na frente das pessoas? Quem falou que não fazer isso é ser educado? Calma gente, é só uma reflexão… fazer barulhos e arrotar em público não me incomoda, mas também não vou começar a fazer isso. Nasci em uma cultura diferente. Só isso.

No almoço também bebemos vinho e brindamos a minha chegada aqui! Acho que eles me amam!😀

Pedi pra ajudar na arrumação da cozinha, mas não deixaram eu fazer nada! Quanta gentileza!
Depois do almoço dormi até as 8 horas da noite. E quando acordei me disseram que era hora de comer de novo, era o jantar! Eu não tava com fome, mas comi mesmo assim!

Não tem brasileiros aqui em Hefei, o pessoal aqui sabe pouco sobre o Brasil (assim como a gente sabe pouco sobre a China), mas eles tem muita curiosidade em saber!

Cheguei sábado e já fiquei sabendo que segunda vou pra Nanjing conhecer meu chefe e de lá vamos pra outra cidade fazer uma reunião com um fornecedor e conhecer uma fabrica de produtos quimicos.
Eles me disseram que se eu estivesse muito cansada, eu não precisava ir… mas é claro que não perdi essa oportunidade!!

PS: Gente, a Tati que estácolocando as fotos e os acentos nas palavras pra mim! Obrigadaaa irmã!