Outra pergunta bem frequente é: “Mas você fala chinês?”
Ainda não, mas ontem tive minha primeira aula de mandarim! Vou fazer um intensivão antes da minha viagem pra chegar lá e entender pelo menos o básico.

Cada região da China tem seu próprio dialeto, porém o mandarim é a variedade padrão da língua chinesa, ou seja, para padronizar a comunicação na China, foi determinado que todos aprendessem e utilizassem o mandarim em locais públicos. O problema encontrado agora é que os chineses não querem aprender o dialeto de sua região (já que ele é pouco utilizado no dia a dia) e isso pode levar à perda cultural de cada região. Bom, são dois lados da mesma moeda…

Para facilitar o aprendizado de estrangeiros e a alfabetização de crianças, os chineses possuem o sistema Pin-Yin, que é a escrita em alfabeto romano das palavras em chinês. Os ideogramas (ou desenhos) eu vou aprender depois.

Na aula de ontem aprendi que ma (com um traço em cima do a), má, mà, ma (com um v em cima do a) e ma, podem significar 5 coisas diferentes!! Cada um tem um tom diferente e nesse vídeo (em inglês) que eu achei dá pra ter uma noção do que eu to falando.

Foram várias repetições de MA, FA, ME, CA, HAO, JIU, XIE e ZAI, todos nas 5 entonações. Imagine o quanto seria engraçado você assistindo essa aula!!

Também aprendi algumas palavras básicas e os números de 0 a 100.
Os números de 0 a 10 eu fiquei repetindo o dia todo pra decorar: líng, yi, èr, san, sì, wu, liù, qi, ba, jiu, shí.

Por enquanto to me divertindo muito com isso!!