A primeira coisa que a maioria das pessoas fala quando digo que vou trabalhar na China é: “O que? Mas por que a China? O que você vai fazer lá?”

E aí eu penso em milhares de coisas e resumo em: “Por que eu fiz Administração, quero um diferencial, a China é um país emergente com 1,3 bilhão de habitantes e um intercâmbio profissional nesse país pode ser muito valioso.”

Mas eu também quero ir pra conhecer um país, cultura, língua, comida e religião diferentes daquilo que eu já conheço!

Eu quis ir pra China por tudo isso que eu citei… e vou descobrindo as outras razões com o tempo.

Claro que sei de algumas dificuldades que posso enfrentar, mas “É preciso que eu suporte duas ou três lagartas se eu quiser conhecer as borboletas” (Pequeno Príncipe). Espero que no final das contas, eu saia no lucro!

O blog é pra mostrar tudo o que eu passar nessa viagem (antes, durante e depois) e pra mostrar os meus motivos ao fazer essa escolha! Assim pode ser que vocês queiram ir conhecer a China também!😉

“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver.” Amyr Klink